Neste artigo, vamos tentar responder a essa pergunta apresentando alguns prós e contras sobre empreender no Brasil. Esperamos que isso ajude você a decidir se vale a pena decidir abrir uma empresa. Vamos lá?

Prós



Deixar de ter um chefe

Na grande maioria dos empregos, ser empregado significa ter de dar satisfações a um ou mais chefes, ser observado o tempo todo e ouvir cobranças. Às vezes, também significa ver alguém nem tão capacitado assim em uma posição de chefia. No entanto, quando você empreende, você é seu próprio chefe. É claro que isso exige muita disciplina e organização, mas para muitos empreendedores, é uma das razões principais de escolher esse caminho.

Conhecer a fundo os seus clientes 

Ao se gerir um negócio, especialmente uma pequena ou microempresa, você conhece muitos dos seus clientes pelo nome, já sabe das suas necessidades habituais e está aberto a ouvi-los se eles precisarem de um algo a mais. Todo empreendedor vai concordar que esse contato direto traz uma satisfação pessoal enorme, pelo calor humano que ele traz ao trabalho. Além disso, essa relação dá a você uma noção mais clara do perfil de cada cliente e dos caminhos que o mercado pode tomar, deixando você mais preparado para se adaptar.

Focar em um objetivo claro

Ter um negócio próprio vale a pena se você tiver um propósito, um objetivo claro. Abrir uma empresa só porque os amigos e conhecidos também estão empreendendo, ou porque você quer experimentar uma vida sem chefe, é a quase certeza do fracasso. Tenha sempre em mente o porquê de empreender. Onde você quer chegar? Que diferença você quer fazer na vida das pessoas? Esse porquê faz você se sentir bem e satisfeito? Se você souber as respostas para essas perguntas, parabéns, você está no caminho certo!

Ver os resultados acontecerem

Poucas coisas na vida de um empreendedor trazem tanta alegria e satisfação quanto ver os resultados aparecerem. Fechar uma venda importante, ver a curva do faturamento subir, receber um comentário positivo de um cliente: essas coisas parecem corriqueiras, mas elas são o gás que todo empreendedor precisa para seguir em frente. Saber que os resultados positivos são fruto do seu trabalho, das suas ideias e do seu planejamento é algo que não tem preço — e não existe empreendedor que não saiba o que isso significa.


Contras



Lidar com a burocracia

 A burocracia, como você já deve saber, pode tornar a vida dos empreendedores bem complicada. Para se ter uma ideia, o empresário brasileiro leva, em média, dois meses para abrir uma empresa e outros nove para obter as licenças e alvarás para o funcionamento do seu negócio. Não é à toa que muita gente rapidamente desiste de empreender. Para se ter um negócio no Brasil, é preciso ter sangue frio e buscar ajuda. Além de ter um contador de confiança, você pode ir ao Sebrae para tirar dúvidas a respeito de questões burocráticas.

Arcar com eventuais prejuízos

Saber conviver com o risco é outro aspecto crucial para quem quer abrir uma empresa. De acordo com o Sebrae, 24% das pequenas e médias empresas (PMEs) brasileiras encerram as atividades antes de completarem dois anos de existência, e metade delas 50% fecha as portas com quatro anos de funcionamento. Esses números comprovam que empreender nunca é fácil, e nos momentos ruins, o desânimo pode tomar conta. Portanto, se empreender é o que você quer fazer, é melhor se acostumar com os altos e baixos.

Deixar de ter um horário fixo

Quando você abre uma empresa, ela é como um filho. Ela vai exigir dedicação e cuidado extremos para que as coisas sigam na normalidade. E, assim como com seus filhos, você nunca sabe quando o seu negócio vai precisar de atenção. Por isso, acostume-se com a ideia de que vai ser muito difícil dedicar apenas 8 horas do seu dia à empresa, e que seus fins de semana ou suas férias podem ser vítimas do seu trabalho. São os ossos do ofício.

Encarar a instabilidade econômica do Brasil

O Brasil está longe de ser um ambiente tranquilo e estável para os negócios. Em um ranking que mede a facilidade de fazer negócios, criado pelo Banco Mundial, o Brasil ocupa a 124ª colocação entre 190 países. Isso tem diversos motivos, e um deles é o fato da economia do Brasil ser tão vulnerável a problemas externos e internos, como turbulências nos mercados e as taxas de câmbio. Se ainda assim você quer abrir uma empresa, tudo bem: apenas saiba que o mar onde seu negócio vai navegar pode ficar agitado às vezes.


Afinal, vale a pena ou não empreender?


Com todos esses prós e contras, você pode notar que não existe uma resposta única sobre valer a pena ou não empreender no Brasil. Isso vai depender de diversos fatores, como o seu perfil enquanto empresário, o mercado em que você está inserido, a economia do país, a maneira como você encara a burocracia, entre outros.

 Independentemente de valer a pena ou não, algumas dicas são fundamentais para o sucesso da sua empresa. Entre eles, podemos listar:

  • Ter um objetivo claro e um modelo de negócio
  • Conhecer bem o seu público e o seu mercado
  • Estar atualizado e buscar o aprimoramento
  • Colocar em prática boas práticas financeiras

 Um dos conhecimentos fundamentais que você precisa ter é sobre o sistema de pagamentos no Brasil e as diversas opções que se apresentam para a sua empresa. Uma delas, a maquininha de cartão, pode fazer toda a diferença para o seu negócio: por isso, saiba mais sobre a InfinitePay, que tem as melhores taxas do mercado — e ainda traz soluções grátis para o seu comércio online e sua gestão financeira.

A InfinitePay é a solução de pagamentos ideal para sua empresa crescer cada vez mais. Faça parte de uma economia onde todo mundo ganha!