Foto que ilustra artigo que explica se existe maquininha sem taxa mostra homem desfocado segurando uma maquininha InfiniteSmart, da InfinitePay, em primeiro plano

Existe maquininha sem taxa?

Quais são as taxas cobradas em uma maquininha? Escolha a melhor opção de maquininha para o seu negócio, economize em taxas e tenha mais lucro!

Copiar link

Se você tem ou pensa em começar um negócio, você já sabe da importância de ter uma maquininha de cartão para facilitar o pagamento dos seus clientes. Mas com tantas opções no mercado e uma competição acirrada entre os fornecedores, surge a pergunta: "Existe maquininha sem taxa?".

Neste artigo, vamos desmistificar essa questão e mostrar o que você precisa saber antes de escolher a maquininha ideal para o seu negócio.

Entender quais são as taxas cobradas é essencial para garantir o crescimento saudável de qualquer empresa. O problema é que nem sempre essas taxas são transparentes e fáceis de serem entendidas – por isso, é importante ter atenção redobrada.

O que são as taxas em máquinas de cartão?

As maquininhas de cartão, embora extremamente úteis, vêm com uma série de taxas que podem variar dependendo do fornecedor. Para os empresários, é essencial entender essas taxas para tomar decisões assertivas e manter a saúde financeira de seu negócio.

Vamos analisar as taxas mais comuns:

Taxa de adesão

Ao adquirir uma maquininha, algumas empresas cobram uma taxa inicial chamada taxa de adesão. É um valor único pago no início do contrato. Não é uma prática universal, mas é importante verificar se essa taxa está presente antes de fazer um acordo.

Mensalidade

Algumas maquininhas operam com um modelo de mensalidade. Isso significa que você pagará um valor fixo todos os meses, independentemente do volume de transações realizadas. Geralmente, modelos com mensalidade tendem a ter taxas de transação mais baixas.

Taxa de aluguel

Em vez de comprar a maquininha, alguns negócios optam por alugá-las. Nesse caso, uma taxa de aluguel mensal é cobrada. É essencial ponderar se o aluguel vale a pena a longo prazo ou se a compra seria uma opção mais econômica. Confira se é melhor comprar ou alugar maquininhas de cartão neste artigo.

Taxa das transações

Essa é a taxa que a maioria dos empresários está familiarizada. Para cada venda realizada, uma porcentagem ou valor fixo é retido pela empresa fornecedora da máquina. Essas taxas podem variar dependendo do tipo de cartão (débito ou crédito) e do plano escolhido. Para a saúde financeira do seu negócio, é importante que você escolha uma maquininha com taxas mais baixas.

Taxa de antecipação

Para os negócios que optam por receber os valores das vendas no cartão de crédito de forma antecipada (antes do prazo padrão, que geralmente é de 30 dias), existe uma taxa adicional. Essa taxa de antecipação é cobrada para compensar a operadora por disponibilizar o dinheiro mais cedo. Confira aqui sobre o que é antecipação de recebíveis.

Outras taxas

Além das mencionadas, existem outras taxas que podem ser cobradas, como taxa de inatividade (quando a máquina não é usada por um período prolongado). É crucial ler todo o contrato e perguntar ao fornecedor sobre todas as possíveis taxas antes de fechar um acordo.

Pode ser cobrado taxa no Pix direto pela maquininha?

O Pix foi desenvolvido como uma solução de pagamento instantânea e livre de taxas. Apesar disso, quando o QR é gerado pela própria maquininha de cartão, algumas instituições optam por cobrar uma taxa por transação para compensar os custos operacionais.

Mas existe uma forma de você vender por Pix direto pela maquininha sem pagar nenhuma taxa – basta usar a Maquininha Smart da InfinitePay.

Além das melhores taxas e do recebimento mais rápido do Brasil (o dinheiro cai na conta em apenas 6 segundos), com a InfiniteSmart você também conta com Pix taxa zero (confira mais aqui) – uma facilidade e tanto para dar descontos em pagamentos à vista sem perder sua margem de lucro.

Leia mais: Pix direto na maquininha tem taxa?

Máquina sem taxa: realidade ou marketing?

Em meio à intensa competição no mercado de maquininhas de cartão, muitos fornecedores utilizam estratégias de marketing chamativas para atrair mais clientes. Uma das promessas que tem ganhado destaque é a oferta de "máquina sem taxa". Mas será que isso é realmente uma realidade ou apenas uma jogada de marketing? Veja como se prevenir:

Leia as letras miúdas dos contratos

Todo contrato vem com letras pequenas, e no mundo das maquininhas de cartão, elas são especialmente importantes.

Algumas empresas podem promover suas máquinas como "sem taxas", mas ao analisar detalhadamente, você pode descobrir que essa oferta é válida apenas por um período promocional ou sob certas condições. Outras vezes, uma taxa específica pode ser isenta, mas outras ainda são aplicáveis. Por exemplo, pode não haver taxa de adesão, mas as taxas de transação ou aluguel ainda se aplicam.

Entenda as limitações da isenção de taxas

Muitas vezes, a isenção de taxas vem com limitações. Pode haver um número máximo de transações que você pode realizar sem taxas, ou a isenção pode ser aplicada apenas a transações de débito e não de crédito. Em outros casos, a isenção pode ser válida apenas para um certo volume de vendas. Uma vez ultrapassado esse volume, as taxas padrão podem ser aplicadas.

Uma máquina sem taxas pode parecer uma opção atraente à primeira vista, mas é essencial considerar o valor real dessa oferta. Se uma empresa não está cobrando taxas de transação, pode estar compensando isso com mensalidades mais altas ou outras taxas ocultas.

Como ter uma maquininha sem taxa de adesão, aluguel ou mensalidade?

Você dificilmente encontrará uma maquininha sem taxas – afinal, os fornecedores precisam bancar seus custos operacionais. Se encontrar alguma promessa como essa por aí, desconfie e lembre-se de ler todo o contrato com atenção.

Mas existe uma alternativa para você ter uma máquina de cartão com recebimento na hora e sem taxa de adesão, aluguel ou mensalidade: o InfiniteTap, da InfinitePay.

O InfiniteTap é uma funcionalidade da InfinitePay que transforma o celular em maquininha de cartão. Você não paga nada pra começar a usar – só paga quando vender! Além disso, o dinheiro das vendas cai na sua conta em tempo recorde: 6 segundos!

Assista ao vídeo e veja todas as informações:

 

Qual a melhor máquina de cartão para autônomos?

Se você é autônomo ou atua como MEI, agora que você já sabe tudo sobre as taxas das máquinas de cartão, você pode estar se perguntando qual é a melhor maquininha para você.

A melhor máquina de cartão para autônomos é a Maquininha Smart da InfinitePay. Ela tem as melhores taxas do mercado e o dinheiro das vendas cai na sua conta em 1 dia útil ou em 6 segundos.

Além disso, ao comprar a maquininha, você garante acesso ilimitado e gratuito a todo o ecossistema da InfinitePay para facilitar suas finanças: como conta inteligente, cartão virtual com cashback, gestão de cobrança automática gratuita e muito mais.

Leia mais: Como ter uma maquininha no celular

VENDA SEM MAQUININHA

Máquina de cartão grátis no celular

Venda por aproximação sem maquininha, com o recebimento mais rápido e as melhores taxas do Brasil

fique ligado

Assine nossa newsletter com conteúdo exclusivo.

Imagem de uma pessoa segurando um smartphone exibindo a tela de gestão de cobranças com gráficos de faturamento semanal.