Como calcular juros da máquina de cartão parcelado

Como calcular juros da máquina de cartão parcelado

Saiba como calcular juros da máquina de cartão parcelado

01/09/2023

5

ionicons-v5-e
Copiar link
Copiado!ㅤ

Se você é um comerciante que aceita pagamentos com cartão de crédito parcelado, entender como calcular juros da máquina de cartão parcelado é essencial para uma gestão financeira eficiente. Neste guia abrangente, vamos explorar passo a passo o processo de calcular os juros da máquina de cartão, além de discutir aspectos importantes como a taxa da maquininha e o acréscimo cobrado. Vamos mergulhar nesse mundo financeiro e desvendar todos os detalhes.

Entendendo a taxa da maquininha

Antes de mergulharmos em como calcular juros da máquina de cartão parcelado, é importante compreender a taxa da máquina de cartão em si. Essa taxa representa o percentual cobrado sobre o valor da venda realizada com cartão de crédito parcelado. Em outras palavras, é uma porcentagem do total da transação que vai diretamente para a operadora da máquina.

As taxas das maquininhas normalmente são compostas por alguns componentes principais:

Taxas de Transação: Essas são as taxas cobradas a cada transação que você realiza. Elas podem variar dependendo do tipo de cartão (débito ou crédito) e da bandeira (Visa, Mastercard, etc.).

Taxa Fixa ou Variável: Algumas maquininhas cobram uma taxa fixa por transação, independentemente do valor da venda. Outras adotam uma taxa variável, que pode estar ligada ao montante da transação. Na InfinitePay a taxa da maquininha é transparente, se for no débito é 1,37% e no crédito a partir de 3,15% com recebimento em até 6 segundos ou em um dia útil. Conheça mais sobre as nossas taxas

Taxa de Antecipação: Se você escolher receber os valores das vendas antes do prazo estipulado pela operadora, uma taxa de antecipação pode ser aplicada. Conheça o InfiniteNitro e veja como o plano receba na hora pode ser vantajoso para o seu negócio crescer.

Ainda com dúvida? Use nossa calculadora de taxas!

O comerciante pode cobrar a taxa da maquininha?

Quando se trata de aceitar pagamentos com cartão, uma das dúvidas mais frequentes entre os comerciantes é se eles podem ou não repassar a taxa da maquininha aos clientes. A resposta não é tão simples quanto parece e envolve aspectos legais e estratégicos. Vamos explorar esse tópico e esclarecer se os comerciantes têm o direito de cobrar a taxa da maquininha dos clientes.

Você também pode se interessar por: 4 Dicas infalíveis para cobrar seus clientes de forma eficiente

Aspectos legais: mudanças na legislação

Em 2017, uma resolução do Conselho Monetário Nacional (CMN) permitiu que os comerciantes repassassem a taxa da maquininha aos clientes. Essa resolução estabeleceu que a prática não é abusiva, desde que seja informada de maneira clara e transparente ao consumidor. Isso significa que os comerciantes podem cobrar uma taxa extra quando os clientes optam por pagar com cartão, desde que o valor seja claramente especificado antes da finalização da compra.

Transparência é fundamental

Caso você decida repassar a taxa da maquininha aos clientes, é crucial garantir total transparência na comunicação. Antes que a transação seja finalizada, explique claramente que existe uma taxa adicional para pagamentos com cartão. Essa informação deve estar visível e acessível, evitando surpresas desagradáveis para o consumidor.

Você sabia que a InfinitePay foi a primeira do mercado a reduzir suas taxas após a queda da Selic? Somos transparentes e queremos ver o seu negócio crescer. 

Vantagens e desvantagens ao repassar a taxa da maquininha para o cliente

Repensar a prática de repassar a taxa da maquininha aos clientes requer uma análise cuidadosa das vantagens e desvantagens.

Vantagens: Essa prática pode ajudar a mitigar o custo das transações para o comerciante. Além disso, ao mostrar os custos de processar pagamentos com cartão, os clientes podem ser incentivados a usar métodos de pagamento alternativos.

Desvantagens: Por outro lado, repassar a taxa da maquininha pode gerar resistência por parte dos clientes, que podem preferir lugares onde não há essa taxa extra. Além disso, a transparência na comunicação é crucial, pois a falta dela pode prejudicar a imagem do estabelecimento.

Calculadora de taxas que facilita a vida é da InfinitePay

Na calculadora da InfinitePay, você sabe exatamente qual valor irá receber em cima da taxa e também se deseja passar para o cliente ou não. Isso tudo dentro da sua maquininha Smart, ou dentro do app, na parte inferior do aplicativo logado. Saiba mais como acessá-la na sua maquininha

Quanto é o acréscimo da máquina de cartão

Os juros da maquininha são um adicional que incide sobre o valor total da venda parcelada. Isso significa que, além da taxa da maquininha, o cliente também poderá pagar juros sobre o montante parcelado. O comerciante tem a opção de repassar esses juros ao cliente ou absorvê-los, dependendo da sua estratégia de precificação.

Aqui estão alguns pontos a serem entendidos:

  • Taxa de Parcelamento: Ao oferecer parcelamento, os juros geralmente estão embutidos. O valor do juro é uma porcentagem que incide sobre o total da venda parcelada.
  • Cobrança ao Cliente: É importante compreender que os juros das parcelas são um custo adicional para o cliente. Isso influencia o valor final que ele pagará pelas suas mercadorias ou serviços.
  • Número de Parcelas: A quantidade de parcelas também afeta a taxa de juros. Normalmente, quanto mais parcelas, maior o juro total.
  • Recebimento Antecipado: Em alguns casos, você pode receber o valor total da venda antecipadamente, mesmo que o cliente esteja parcelando. Porém, os juros das parcelas continuarão sendo cobrados do cliente nos prazos estabelecidos. 

O recebimento mais rápido com as menores taxas do Brasil 

Conheça o InfiniteNitro, o dinheiro cai na sua conta em segundos. Você pode receber determinadas vendas na hora sem alterar seu plano permanentemente. É só ativar/desativar o InfiniteNitro que os valores de suas vendas sejam depositados na sua conta em 6 segundos. 

Saiba mais: Tudo sobre a maquininha que cai o dinheiro na hora

Como calcular o preço da venda a prazo?

O cálculo para saber como calcular juros da máquina de cartão parcelado é bastante simples. Apenas multiplique o valor passado na hora da venda pela percentagem da taxa cobrada pela maquininha. O fundamental para fazer o cálculo é saber se a venda foi feita no crédito ou no débito: em geral, cada tipo de transação tem uma taxa diferente, então é importante ter certeza disso antes de calcular.

Vamos fazer uma simulação. Imagine que você vendeu cinco sacos de cimento no débito por R$100, e a taxa da sua máquina de cartão é de 1,36% por transação. Assim, para saber de quanto será o desconto, basta multiplicar 100 por 0,0199 (o equivalente a 1,99% em decimais). Como resultado, o desconto vai ser de R$1,99, e você vai receber R$98,01 sobre a venda.

Saiba mais: Como funcionam os juros da maquininha

Como calcular juros da máquina de cartão parcelado

O mesmo cálculo funciona para os casos das compras parceladas, com uma taxa acrescentada sobre cada uma das parcelas. Basta encontrar a taxa total e repetir o cálculo que acabamos de fazer. Vamos a outro exemplo.

Imagine que você vendeu uma furadeira por R$300, em três parcelas de R$100. Vamos considerar que a taxa cobrada pela sua máquina de cartão é 3%, acrescentando 1% a cada parcela. Você chega à taxa total somando os 3% da máquina a 1% de acréscimo por parcela, mas sem contar a primeira. Logo, o valor vai ser 5%. Depois, basta calcular com esse valor:

100 x 300  =   30.000   =     R$ 315,78
100 – 5           95

Dessa maneira, para repassar a taxa do cartão ao comprador da furadeira, você precisa acrescentar R$15,78 ao preço final.

Independentemente de toda essa matemática, uma coisa é certa: a melhor decisão é escolher a máquina de cartão com as melhores taxas e condições. E nisso a InfinitePay é imbatível. Além da conveniência, você ainda pode contar com link de pagamento grátis. Confira nossa tabela de taxas abaixo:

fique ligado

Assine nossa newsletter com conteúdo exclusivo.