Pensando em ajudar você a saber como funciona o mercado de pagamentos, resolvemos criar o “Descomplica, com InfinitePay”. A ideia é deixar muito mais fácil de entender todos aqueles termos complicados que são usados e você não sabe muito bem o que significam. E para começar, vamos falar de antecipação de recebíveis!

Descomplica, com InfinitePay: o que é taxa de antecipação?

Todo dono de negócio que utiliza maquininhas de cartão precisa se preocupar com o tempo que vai demorar para receber suas vendas. Afinal, é bem comum que as transações realizadas no crédito, mesmo à vista, levem em média 30 dias para cair na conta do empreendedor. Vamos imaginar como a situação acontece na prática:

Você realiza uma venda hoje, parcelada em 4 vezes. A primeira parcela, você só receberá daqui a 30 dias. A segunda, daqui 60. A terceira, daqui 90. E a quarta, daqui 120 dias. Ou seja, demora 4 meses até que você receba todo o valor pago pela venda que fez. Agora digamos que você queira receber antecipadamente. Na imensa maioria das vezes, você precisa pagar uma taxa para que isso aconteça. Em alguns casos, deixando até 40% do valor da venda na mão da empresa de maquininha que “adiantou” suas parcelas.

Taxa de antecipação é esse valor pago para receber antes do tempo regular. Aqui no Brasil, essa taxa garante boa parte (em muitos casos, a maior parte) do lucro dos adquirentes. Algumas empresas têm 65% de seu lucro vindo de antecipação de recebíveis. É muita coisa.

Agora uma realidade chocante: esse tipo de cobrança não é nada comum nos principais mercados do mundo! Nos Estados Unidos e até na Europa, os lojistas não pagam para receber o valor inteiro de suas vendas.

A InfinitePay segue esse mesmo modelo: Você recebe pelo valor inteiro de suas vendas no dia seguinte e o financiamento é feito pelos bancos. Nós não ganhamos dinheiro com taxa de antecipação. O valor das taxas que você encontra em nosso site já consideram o custo operacional que o banco cobra da gente pra fazer esse financiamento. E só!

Fazemos desse jeito, porque o nosso objetivo é causar uma ruptura num modelo que beneficia adquirentes, mas prejudica comerciantes e consumidores, que acabam pagando a conta. Quer se juntar a essa nova forma de fazer negócio no Brasil? Então faça parte e peça já a sua InfinitePay!