Vantagens de usar pagamento por boleto – e como implementar gratuitamente

Vantagens de usar pagamento por boleto – e como implementar gratuitamente

Descubra os benefícios do pagamento por boleto, explore os tipos e entenda o processo de emissão e compensação. Confira a dica de um serviço 100% grátis

20/03/2024

5

ionicons-v5-e
Copiar link
Copiado!ㅤ

De acordo com as estatísticas do Banco Central do Brasil, o boleto bancário continua sendo uma das formas de pagamento mais utilizadas no Brasil: apenas em janeiro de 2024, mais de meio milhão de boletos foram compensados no país.

Além disso, uma atualização da Febraban (Federação Brasileira de Bancos) informa que boletos pagos até às 13h30 poderão, agora, ser compensados no mesmo dia, aumentando significativamente a eficiência deste método de pagamento. Segundo o informativo, no início da mudança, a estimativa é que 57% dos boletos possam ser processados no mesmo dia, enquanto 43% seriam no dia seguinte.

Para pequenos empreendedores que buscam expandir suas opções de recebimento e adaptar-se às preferências dos consumidores, entender as vantagens e o funcionamento dos pagamentos via boleto é essencial.

Neste artigo, exploraremos desde os conceitos básicos até as dicas práticas de como implementar o pagamento por boleto em seu negócio de forma gratuita. Se você está procurando uma solução eficaz para receber pagamentos online, leia o artigo com atenção e descubra por que o boleto bancário pode ser a opção ideal para você.

O que é boleto bancário?

O boleto bancário é um dos métodos de pagamento mais tradicionais e amplamente aceitos no Brasil, funcionando como um documento que permite a transferência de valores entre o pagador e o recebedor. Ele passou a ser oferecido pelos bancos em janeiro de 1994, determinando procedimentos para a implantação da compensação eletrônica de cobrança. Acaba de fazer 30 anos, portanto.

O boleto é versátil, sendo utilizado tanto para transações comerciais quanto para pagamentos de contas de consumo, tributos e contribuições diversas. Sua grande vantagem é a simplicidade: uma vez emitido, pode ser pago em qualquer banco, casas lotéricas, alguns caixas eletrônicos e até mesmo via internet banking.

Leia também: Entenda o boleto bancário: Origem, funcionamento e modernização no Brasil

O que é cedente no boleto?

Dentro da estrutura de um boleto bancário, o termo "cedente" refere-se à parte que emite o boleto, ou seja, a pessoa ou empresa que está a receber o pagamento.

É o cedente que fornece as informações necessárias para a emissão do boleto, incluindo os dados para pagamento, como valor, data de vencimento e instruções adicionais. 

Tipos de boleto

Os boletos bancários apresentam uma variedade de formatos, adaptados para diferentes finalidades de pagamento. Cada tipo oferece características específicas, permitindo que empreendedores e consumidores escolham a melhor opção para suas necessidades.

Boleto bancário simples

O boleto simples é amplamente utilizado para transações cotidianas, onde um pagamento único é necessário. Este tipo de boleto é ideal para compras online, pagamentos de serviços avulsos, ou qualquer situação que exija um pagamento direto e sem parcelamento.

Boleto registrado

O boleto registrado exige que todas as informações da transação, incluindo dados do pagador, sejam registradas junto ao banco emissor. Esse registro proporciona maior segurança, possibilitando o acompanhamento e controle mais detalhados sobre a cobrança, além de ser obrigatório para a maioria das transações comerciais atualmente.

Boleto recorrente

O boleto recorrente é automatizado para cobranças de valores fixos, como assinaturas ou mensalidades de serviços. Ele é gerado e enviado em intervalos regulares sem necessidade de nova emissão manual a cada ciclo.

Boleto parcelado

O boleto parcelado permite que um valor total seja dividido em várias parcelas, com cada parcela representada por um boleto separado. Esta modalidade é ideal para negócios que oferecem condições de pagamento facilitado, permitindo aos clientes realizar compras maiores e pagá-las de maneira gradual. 

Cada um desses tipos de boleto atende a diferentes necessidades de pagamento, oferecendo flexibilidade tanto para os empreendedores quanto para os consumidores.

Como funciona o pagamento por boleto?

O processo de pagamento por boleto é uma prática comum no Brasil, oferecendo uma forma segura e eficiente de realizar transações financeiras. Vamos detalhar cada etapa desse processo para entender melhor como ele funciona.

Emissão do boleto

O processo inicia com a emissão do boleto pelo cedente, que é a pessoa ou entidade que receberá o pagamento. Esse documento contém informações cruciais como valor do pagamento, data de vencimento, juros e multa por atraso, dados do beneficiário, e instruções específicas para pagamento.

Envio do boleto ao pagador

Uma vez emitido, o boleto é enviado ao pagador. Isso pode ser feito de diversas formas, incluindo e-mail, correios ou através de um link para pagamento online. A flexibilidade no envio facilita para que o pagador receba e pague o boleto com conveniência.

Pagamento do boleto

O pagador tem a liberdade de escolher onde pagar o boleto: internet banking, aplicativos de bancos, caixas eletrônicos, agências bancárias ou casas lotéricas. O pagamento pode ser feito com dinheiro ou diretamente de uma conta bancária.

Compensação bancária

Após o pagamento, inicia-se o processo de compensação bancária. Dependendo do horário e do canal de pagamento, o valor pode levar de um a três dias úteis para ser disponibilizado na conta do cedente. 

O prazo, entretanto, vai diminuir em breve. Como informamos na introdução do artigo, uma atualização recente da Febraban (Federação Brasileira de Bancos) informa que boletos pagos até às 13h30 poderão ser compensados no mesmo dia.

Confirmação de pagamento

Uma vez compensado, o pagamento é confirmado e o cedente recebe o valor. Geralmente, o sistema bancário ou a plataforma de pagamentos oferece um comprovante ao cedente e ao pagador, assegurando que a transação foi concluída com sucesso.

Os boletos oferecem vantagens significativas em termos de segurança e flexibilidade, tanto para quem paga quanto para quem recebe, facilitando o controle financeiro e oferecendo praticidade para ambas as partes envolvidas no processo.

Como funciona o pagamento por boleto parcelado?

O boleto parcelado é uma modalidade que facilita a compra de bens e serviços, dividindo o valor total em várias parcelas.

Esse método permite que consumidores administrem melhor seus recursos financeiros, enquanto empreendedores podem aumentar suas vendas ao oferecer opções de pagamento mais flexíveis. Vamos detalhar como funciona esse processo.

Emissão dos boletos parcelados

Inicialmente, o cedente, que é a empresa ou pessoa que está vendendo, emite uma série de boletos correspondentes ao número de parcelas acordadas para a transação. Cada boleto tem uma data de vencimento específica e representa uma parte do valor total a ser pago.

Envio das parcelas ao pagador

As parcelas, ou seja, os boletos gerados para cada período de pagamento, são enviadas ao pagador. Isso pode ser feito de uma só vez, em um carnê, ou individualmente, antes do vencimento de cada parcela, dependendo do acordo entre as partes e da plataforma utilizada para emissão dos boletos.

Pagamento das parcelas

O pagador realiza o pagamento de cada boleto até a data de vencimento estabelecida para cada parcela. Assim como no pagamento por boleto simples, o pagador pode escolher entre várias opções para efetuar o pagamento, incluindo internet banking, caixas eletrônicos, e estabelecimentos conveniados.

Compensação de cada parcela

Após o pagamento de cada parcela, o valor é processado pelo sistema bancário. A compensação de cada boleto segue o mesmo processo do boleto simples, podendo levar de um a três dias úteis para que o valor esteja disponível na conta do cedente.

Conclusão do pagamento

O processo de pagamento por boleto parcelado é concluído quando todas as parcelas são pagas e compensadas. O cedente recebe o valor total da venda ou serviço prestado de forma parcelada, enquanto o pagador tem a flexibilidade de distribuir o pagamento ao longo do tempo.

O pagamento por boleto parcelado oferece um equilíbrio entre acessibilidade para o consumidor e segurança para o vendedor, sendo uma alternativa atrativa para facilitar transações de maior valor e incentivar a conclusão de vendas.

Em quanto tempo cai o pagamento de um boleto?

A compensação de um boleto bancário é um processo que envolve várias etapas e instituições financeiras, o que pode levar algum tempo.

Tradicionalmente, o prazo para que o valor pago esteja disponível na conta do recebedor varia de um a três dias úteis após o pagamento. Mas, por que essa demora? Explicamos a seguir:

Processo de compensação

A principal razão para esse intervalo é o processo de compensação bancária, que envolve a verificação e o processamento do pagamento entre as instituições financeiras do pagador e do recebedor.

Este sistema garante a segurança e a precisão da transferência de fundos, mas requer tempo para que todas as verificações sejam concluídas.

Atualização da Febraban

Recentemente, a Febraban (Federação Brasileira de Bancos) implementou atualizações nos procedimentos de compensação de boletos, permitindo que pagamentos realizados até às 13h30 sejam compensados no mesmo dia. Esta mudança reduz consideravelmente o tempo de espera para a disponibilização dos valores, melhorando o fluxo de caixa do recebedor e a experiência do pagador.

Para pequenos empreendedores e consumidores, a atualização representa uma melhora notável na eficiência dos pagamentos por boleto. Ao planejar pagamentos e recebimentos, é importante estar ciente dessa janela de tempo para pagamentos no mesmo dia, ajustando os prazos conforme necessário para otimizar o gerenciamento financeiro.

Vantagens do pagamento por boleto

O pagamento por boleto bancário, apesar de ser um dos métodos mais tradicionais no Brasil, continua a oferecer diversas vantagens tanto para empresas quanto para consumidores. Suas características únicas o tornam uma escolha atrativa em várias situações.

Acessibilidade

Uma das maiores vantagens do boleto bancário é sua ampla acessibilidade. Os clientes não precisam de uma conta bancária para realizar o pagamento de um boleto, apenas acesso a qualquer agência bancária, caixa eletrônico ou casas lotéricas – tornando-o inclusivo para uma ampla faixa da população.

Segurança

Os boletos bancários são considerados uma forma de pagamento segura, tanto para o pagador quanto para o recebedor. As informações do pagamento são criptografadas e o risco de fraudes é minimizado.

Baixo custo

Comparado a outras formas de pagamento, como cartões de crédito, o custo para emissão e processamento de boletos pode ser mais baixo, especialmente para o recebedor. Na InfinitePay, por exemplo, a emissão de boletos é gratuita.

Além disso, a possibilidade de repassar as taxas de emissão para o pagador faz com que seja uma opção econômica para as empresas.

Flexibilidade no recebimento

O boleto bancário permite que as empresas ofereçam aos seus clientes uma opção de pagamento flexível, com a possibilidade de definir datas de vencimento conforme a política de vendas e negociar prazos mais longos para pagamento.

Ampla aceitação

Dada a popularidade dos boletos no Brasil, eles são amplamente aceitos e reconhecidos como uma forma legítima de pagamento, o que pode aumentar a confiança dos consumidores ao realizar transações com pequenas e médias empresas.

Considerando essas vantagens, o pagamento por boleto continua a ser uma opção valiosa no arsenal de métodos de pagamento disponíveis para empresas, contribuindo para uma gestão financeira eficiente e oferecendo aos clientes uma maneira segura e conveniente de pagar por bens e serviços.

Pessoa física pode emitir boleto?

Uma dúvida comum entre muitos é se uma pessoa física pode emitir boleto. A resposta é sim, pessoas físicas podem emitir boletos, porém, o processo pode variar um pouco em comparação com as empresas. Isso se deve às regulamentações do Banco Central que determinam como os boletos devem ser emitidos e gerenciados.

Para emitir boletos, uma pessoa física precisa se cadastrar junto a um banco ou uma plataforma de pagamentos que ofereça esse serviço, como a InfinitePay.

Com a Gestão de Cobrança da InfinitePay, pessoas físicas conseguem emitir boletos de maneira simples e rápida. É só baixar o app e fazer o cadastro gratuito – leva menos de 5 minutos.

Depois do cadastro, o usuário pode gerar boletos para serviços prestados ou produtos vendidos, especificando valores, datas de vencimento e detalhes do pagamento. Esse serviço é 100% gratuito.

Além disso, com a Gestão de Cobrança da InfinitePay, o envio dos boletos é automatizado: o cliente receberá notificações via WhatsApp e/ou e-mail avisando sobre o vencimento da fatura.

Leia também: Como uma pessoa física pode emitir boleto?

Como gerar um boleto?

Para emitir um boleto, primeiramente é necessário escolher um provedor de serviço, que pode ser um banco ou uma plataforma de pagamentos online. Com a InfinitePay, você consegue emitir boletos de graça e gerenciar suas vendas em um único lugar.

Essa escolha dependerá das necessidades do seu negócio e das condições oferecidas pelo serviço, como taxas, facilidade de uso e integração com outros sistemas que você já utiliza.

Uma vez escolhido o provedor, o processo geralmente envolve os seguintes passos:

Cadastro no Sistema

Você precisa se cadastrar no sistema do provedor de serviço, fornecendo as informações necessárias, como dados pessoais ou da empresa, informações bancárias e documentos.

Geração do Boleto

Após o cadastro, você acessa a plataforma para gerar o boleto. Isso inclui inserir detalhes como valor, data de vencimento, e dados do pagador.

Emissão e Envio

Depois de gerar o boleto, você pode emitir e enviar para o cliente por e-mail, WhatsApp ou outro canal de comunicação digital. Alguns sistemas permitem também a impressão do boleto para pagamento em locais físicos.

Com a InfinitePay, os usuários podem gerar boletos rapidamente, aproveitando uma interface intuitiva e opções de gestão que facilitam o acompanhamento dos pagamentos. 

A InfinitePay se destaca pela facilidade de uso e pela integração com outras ferramentas financeiras, o que pode ser um diferencial para pequenos empreendedores que buscam agilizar suas operações financeiras sem complicações.

Gerar boletos, portanto, não precisa ser uma tarefa complicada. Com as ferramentas certas e um pouco de planejamento, você pode integrar esse método de pagamento ao seu negócio, proporcionando uma opção conveniente e confiável para seus clientes.

Leia mais: Guia completo de como gerar boleto

fique ligado

Assine nossa newsletter com conteúdo exclusivo.