Jun Ioneda #CreateTheFuture

Jun Ioneda #CreateTheFuture

Saiba as curiosidade sobre o artista Jun Ioneda: Como começou, qual o projeto mais desafiador e muito mais!

18/05/2022

4

Copiar link

Jun Ioneda é um artista gráfico de São Paulo. Seu trabalho é influenciado principalmente pela cultura japonesa, ficção científica, fantasia e símbolos da cultura LGBTQIA+. Em suas peças, busca despertar reflexões e sentimentos através de imagens que unem bom-humor, nostalgia e misticismo.

Como você começou a ilustrar e como chegou no seu processo criativo?

Eu comecei ilustrando desde muito novo, e trabalho no mercado há mais de 10 anos. Mesmo assim, é difícil dizer exatamente como cheguei no meu processo criativo – se é que isso existe de forma definitiva. As minhas artes partem muito da minha vivência e da forma como eu gosto de ver o mundo, o que faz com que meu processo mude muito, o tempo todo. Às vezes uma ideia surge no meio do dia pronta, outras vezes tenho uma vaga sensação que quero passar e a partir daí tento encontrar como quero retratar isso. É algo muito fluido, e que tento manter o menos rígido possível.

Qual sua técnica preferida e como você a aprimorou?

Hoje minha técnica favorita de trabalho é o vetor. O que é engraçado, pois quando comecei a trabalhar com ela sofri bastante. Meu traço era muito mais solto e a precisão era algo que não parecia combinar com a minha arte, mas a vida me levou a trabalhar muito tempo com ilustrações comerciais em estilos que precisavam dessa técnica. Prática e observação foram a chave para aprimorar meu traço aos poucos, e hoje eu adoro como consigo misturar um traço lúdico e ideias soltas com a precisão do vetor.

Qual foi seu projeto mais desafiador até agora?

Com certeza foi a vinheta que fiz para a programação da MTV. Foi a primeira vez que pude ter meu traço atual animado e vivo, e foi a primeira vez que dirigi um vídeo autoral. Mais do que um desafio técnico, foi também um desafio conceitual: a premissa do projeto era a de que eu basicamente poderia ocupar um espaço na programação com a mensagem que eu quisesse, sobre a minha vivência como homem gay. A recepção do público fez com que esse não só fosse o projeto mais desafiador que fiz, mas também o mais recompensador.

Qual a sua visão para o futuro da criatividade?

Eu acredito que a criatividade sempre vai fluir na convivência social independente do que aconteça, em todas as disciplinas. Hoje passamos por tempos conturbados em todos os sentidos possíveis e acredito que o poder criativo das pessoas vai ser essencial para a imaginação e construção de um futuro mais pleno, inclusivo e acolhedor.

fique ligado

Assine nossa newsletter com conteúdo exclusivo.

Imagem de uma pessoa segurando um smartphone exibindo a tela de gestão de cobranças com gráficos de faturamento semanal.