Declaração do Imposto de Renda 2023: Passo a Passo

Declaração do Imposto de Renda 2023: Passo a Passo

Publicado em
11/04/2023
Tempo leitura

minutos

ionicons-v5-e
Copiar link
Copiado!ㅤ

Declarar o Imposto de Renda 2023 pode parecer um desafio para muitas pessoas. Com tantas regras e prazos a cumprir, é fácil ficar confuso. Mas não se preocupe, estamos aqui para ajudá-lo a entender tudo o que você precisa saber para estar em dia com suas obrigações fiscais.

Se você é empreendedor e utiliza maquininhas de cartão ou máquinas de cartão nas transações comerciais, é importante saber que essas operações podem precisar ser declaradas na sua declaração de imposto de renda. Com a InfinitePay, esse processo é muito fácil e você pode ter todos os comprovantes de pagamento e recebimento em mãos.

Quem deve declarar imposto de renda?

Nem todos os brasileiros são obrigados a declarar Imposto de Renda (IR) à Receita Federal. A obrigatoriedade de declarar é determinada pela legislação tributária e varia de acordo com a renda e a situação do contribuinte. De forma geral, devem declarar o IR todas as pessoas que tiveram rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559,70 em 2021. Além disso, quem recebeu rendimentos isentos, não tributáveis ou tributados na fonte acima de R$ 40 mil em 2021, ou teve ganho de capital na venda de bens ou direitos sujeitos à tributação, também deve declarar.

Outros casos em que a declaração é obrigatória incluem:

  • Investidores na Bolsa só precisam informar operações na declaração se tiverem negociado mais de R$ 40 mil ou tiveram lucro com pelo menos uma venda em 2022.
  • Quem tem ações e não se enquadra nessas duas condições pode ter que fazer a declaração de IRPF 2023 de qualquer forma, pois existem várias regras que obrigam a isso: Uma delas é ter tido rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559,70 ou rendimentos isentos de mais de R$ 40.
  • Outra alteração nos investimentos em ações é que a ficha de Bens e Direitos agora pergunta se o bem é negociado em Bolsa de Valores. Caso positivo, devem ser informados o tipo de aquisição e o código apropriado.

Vale lembrar que mesmo quem não se enquadra em nenhuma das situações acima pode optar por declarar o IR para restituir valores retidos na fonte, comprovar renda ou facilitar a obtenção de crédito em bancos e financeiras. Em resumo, a declaração de Imposto de Renda é obrigatória para quem teve renda acima do limite estabelecido pela Receita Federal ou se enquadra em alguma das outras situações específicas mencionadas. É importante ficar atento às regras e prazos para evitar problemas com o Fisco.

Como declarar imposto de renda?

A declaração do imposto de renda, pode ser realizada através do programa disponibilizado pela Receita Federal, o Programa IRPF (Imposto de Renda Pessoa Física). Mas também é possível procurar profissionais. Confira abaixo a lista dos principais documentos para a declaração:

  • Comprovantes de rendimentos recebidos ao longo do ano, como salários, aposentadorias, pensões, aluguéis, entre outros.
  • Informes de rendimentos financeiros, como extratos de conta-corrente, poupança, investimentos em ações, fundos imobiliários, entre outros.
  • Comprovantes de despesas dedutíveis, como gastos com saúde, educação, previdência privada, doações, pensão alimentícia, entre outros.
  • Documentos que comprovem a propriedade de bens e direitos, como imóveis, veículos, ações, entre outros.
  • Comprovantes de pagamento de impostos, como o Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU), o Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) e o Imposto sobre Operações Financeiras (IOF).
  • Recibos de pagamentos e de serviços prestados, como médicos, dentistas, escolas, faculdades, entre outros.
  • Documentos que comprovem mudanças patrimoniais ocorridas durante o ano, como heranças, doações, venda de bens, entre outros.

O prazo para declarar o imposto de renda em 2023 começou em 15 março e terminará dia 31 de maio, portanto, fique atento!

Vale ressaltar que é importante guardar todos os documentos por pelo menos cinco anos, pois a Receita Federal pode solicitar a comprovação das informações declaradas a qualquer momento. Além disso, é importante lembrar que a lista de documentos pode variar de acordo com cada caso, por isso é sempre importante buscar orientação com um profissional da área contábil para garantir que nada seja esquecido.

Além disso, é preciso declarar todos os valores de suas vendas, como rendimentos recebidos e pagos, seguindo as orientações da Receita Federal. Dessa forma, você evita problemas futuros com o fisco e mantém a sua empresa em dia com as obrigações fiscais. Caso tenha alguma dúvida, consulte um profissional da área de contabilidade ou a própria Receita Federal.

VENDA SEM MAQUININHA

Máquina de cartão grátis no celular

Venda por aproximação sem maquininha, com o recebimento mais rápido e as melhores taxas do Brasil

fique ligado

Assine nossa newsletter com conteúdo exclusivo

infinitebank

Máquina de cartão grátis no celular

Venda por aproximação sem maquininha, com o recebimento mais rápido e as melhores taxas do Brasil

coleção

Todos os posts