A tecnologia é algo que avança tão rápido que muitas vezes não notamos esse avanço, se pararmos para pensar que antigamente os celulares eram usados para fazer ligações e enviar sms e hoje essas são funções secundárias dos aparelhos que agora contam com 3,4 câmeras parece bizarro.


Hoje ter uma identidade nas redes sociais apesar de não ser uma regra pode abrir novos caminhos e oportunidades e certamente, isso se aplica também ao seu negócio. A relação entre cliente e vendedor assim como nos celulares também evoluiu e seu negócio não pode ficar para trás nessa!


Uma vitrine extra para atingir mais clientes:

Não necessariamente apenas uma loja que siga no ramo de e-commerce precisa ter uma identidade nas redes sociais. Hoje em dia as pessoas estão mais conectadas do que nunca e 79% da população brasileira possui acesso a internet. Por que não estar em contato com cada vez mais pessoas e divulgar o seu produto ou serviço?


O time de Marketing da InfinitePay , deixou algumas dicas de como pequenas e médias empresas podem usar redes sociais e storytelling a seu favor:

Como o uso das redes sociais pode ajudar pequenas e médias empresas a se diferenciarem da concorrência? 

As redes sociais podem ser importantes canais de vendas e relacionamento com seus clientes. Por meio delas, você pode expressar a identidade do seu negócio, garantindo que mais pessoas tenham consciência de que ele existe. Mas é necessário conhecer bem o seu diferencial, para dar visibilidade aos valores dos seus produtos e serviços. 


Crie conteúdo que engaje as pessoas, mas que sejam autênticos ao DNA da sua marca. Tendo em mente qual é a proposta de valor que você oferece aos clientes, fica mais fácil de transmitir com verdade mensagens que sejam relevantes para o público e gerem uma lembrança da identidade da sua marca. Outra forma de conseguir ser lembrado pelo público é por meio de interações customizadas com a comunidade. Encontre o tom de voz da marca e trate as redes sociais também como um ponto de contato com seus clientes e futuros clientes. Vitória - Líder de Marketing.


Não se esqueça que nas redes, o importante é se envolver com as pessoas. Além do conteúdo que você posta, é fundamental estar aberto e ter disponibilidade para responder e interagir com o público. Gabriel - Analista de mídia


Através desse relacionamento com o cliente pelas redes sociais, a comunicação pode ficar menos "engessada", podemos ser mais autênticos, gerar maior transparência e mais proximidade. A partir disso, podemos personalizar e fidelizar a relação cliente-empresa. Ana Luisa - Comunidade/Mídias sociais.

 
As redes sociais não são só um meio de se comunicar com os clientes, como também um meio de estudo, onde feedbacks positivos que te ajudam no entendimento dos pontos a melhorar, a construir a relação de troca com os clientes e a entender para onde está caminhando. Vinícius - Comunidade/Mídias sociais.

Tem muita gente online e muito conteúdo sendo criado a cada minuto. Faz sentido a minha empresa desenvolver conteúdo?

De fato, existe uma oferta muito grande de conteúdo por aí. Mas é importante entender que sua empresa precisa estar onde as pessoas estão. Uma marca com pouca ou nenhuma presença digital tem muito menos chance de ser lembrada pelos consumidores. No entanto, para "driblar" a infinidade de conteúdo nas redes, seu negócio não poderá ser "mais um". Quando uma marca cria conteúdo, ela está prestando um serviço de trazer algo significativo para o cotidiano das pessoas. O diferencial está principalmente na soma de dois fatores: comunicar algo que você tenha propriedade para falar + comunicar algo que as pessoas buscam ouvir. Para fazer isso da melhor forma possível, entenda bem o que sua marca tem a oferecer (além do seu produto ou serviço), quais são os assuntos que domina, mas também faça uma leitura apurada das necessidades dos seus clientes. Vitória - Líder de Marketing.


O conteúdo online e as redes sociais passaram a ser as novas vitrines. Para se destacar no meio de tantas é preciso não apenas apresentar bons produtos e serviços, mas se diferenciar dos demais concorrentes. Utilizar texto, imagem ou até mesmo para destacar aquilo que apenas a sua empresa pode oferecer pode engajar seus antigos consumidores e atrair novos que jamais chegariam até você fisicamente. Pedro - Lider de Design.

O que é storytelling e como identificar se é uma boa estratégia para a minha empresa?

O Storytelling é uma forma de produzir conteúdo que ajuda a contar a história de um produto, serviço e até mesmo da sua marca. A partir dessa estratégia, você pode usar as redes sociais para envolver seus clientes e, a partir desse envolvimento, gerar o desejo de consumo. Como falamos antes, a disputa para conseguir clientes é ainda mais acirrada e isso significa que quem consegue contar a melhor história conseguirá se manter distante dessa concorrência. Por meio de storytelling, você pode gerar mais empatia, humanizando a marca. É um jeito de contar sobre experiências que o cliente só vai encontrar ali. Porque só sua empresa viveu aquela história! David - Comunidade/Conteúdo.

É possível aumentar as vendas das “empresas de bairro” com o uso das redes sociais? Como isso pode ser feito?

 Sim, você pode aumentar as vendas locais, a partir de ferramentas das redes sociais. Marque suas postagens com localização, utilizando locais maiores (como estado) e menores (como o endereço da loja). Também pode ser uma estratégia legal repostar conteúdos compartilhados por seus clientes sobre sua empresa e incentivar que o mesmo aconteça nas redes deles. É uma reinvenção do "marketing de boca-a-boca", mas virtual. Stephanie - Estrategista de mídia.

Que tipo de impacto pode acontecer com a minha pequena ou média empresa se eu investir dinheiro em anúncios digitais? 

 É possível utilizar ferramentas como o Google Ads, mas se ligue à rapidez que o seu dinheiro pode ser consumido sem controle. Esse tipo de comunicação funciona, mas comece com orçamentos pequenos e segmente bem sua audiência geograficamente, para evitar riscos muito grandes - se sua empresa consegue atender pessoas de localidades distantes, escolha alguns potenciais públicos e observe o impacto que esse tipo de campanha está tendo na sua carteira de clientes. As pequenas e médias empresas têm a vantagem de conseguir visualizar mais diretamente o resultado de seus esforços de campanha. A chave é sempre segmentar bem a audiência dos seus anúncios e sempre fazer ajustes para atingir as pessoas corretas e em uma demanda que consiga absorver.


No geral, se você não está seguro que consegue realizar anúncios com qualidade nessas ferramentas, impulsionar publicações através de FB e IG é uma opção mais simples e também efetiva - de novo, lembre de segmentar bem o seu público por comportamento e localização. Gabriel - Analista de mídia.


Pequenas e médias empresas podem usar anúncios no Facebook e Instagram, selecionando bem a região que podem atender. Ao usar a ferramenta de "impulsionamento de post", do próprio Facebook, é possível fazer essa segmentação por localização, atingindo as pessoas certas sem gastar muito dinheiro. 

O importante é ter um produto objetivo no impulsionamento para atrair os clientes (para o seu perfil). Não necessariamente precisa ser o seu produto para vender, mas algo que capte a atenção do cliente e, a partir do momento que ele já conhece sua marca, existir uma oferta mais assertiva. Exemplo: uma loja de roupa pode fazer e impulsionar um guia digital de como se vestir bem, vendendo os produtos dentro guia. Stephanie - Estrategista de mídia.

Dá muito trabalho ficar criando conteúdo? Preciso contratar alguém pra fazer isso ou se eu me planejar dá certo? 

Talvez esteja muito distante da realidade de um pequeno ou médio empreendedor contratar alguém ou uma empresa para assumir a responsabilidade de produzir conteúdo para redes sociais. No entanto, você pode sim abraçar esse trabalho.


Entenda um pouco melhor sobre cada plataforma, monte um calendário de postagens, mantenha uma regularidade - mesmo que não seja alta, o importante é a constância, e não deixe de interagir com as respostas de seus clientes.


Sim, pode dar um pouco de trabalho, mas também pode dar muito certo! Rebeca - A garota do blog.


A InfinitePay nasceu para oferecer a melhor, mais tecnológica e mais justa solução de pagamentos ao empreendedor. Na Guerra das Maquininhas, nós decidimos ficar do seu lado e, por isso, criamos conteúdos como esse para facilitar o crescimento do seu negócio! Conte sempre com a InfinitePay.