Reserva financeira de emergência: por onde começar?

Reserva financeira de emergência: por onde começar?

Publicado em
19/07/2020
Tempo leitura

minutos

ionicons-v5-e
Copiar link
Copiado!ㅤ

Planeje, economize, invista

Uma reserva financeira emergencial à disposição. Além de conseguir sanar os gastos extras que podem surgir dessas situações imprevisíveis, se planejar para guardar dinheiro é a garantia de que alguns planos de vida sairão do papel e que a sua vida financeira, independentemente do cenário, não sairá dos trilhos tão facilmente.

Neste texto, reunimos 5 dicas tanto para quem gostaria de começar essa reserva (mas não sabe por onde), quanto para quem já tem dinheiro guardado, mas quer otimizar essa missão com investimentos ou uma nova estratégia para aumentar os rendimentos. São elas:

Separe uma parte da sua renda para a reserva.

Com seu rendimento mensal em mente, que tal determinar a porcentagem que vai para a reserva? Em geral, a forma mais fácil de fazer um cálculo é pensar em porcentagem. Claro, tudo depende dos seus objetivos e dos seus gastos. Mas um bom exercício é começar tentando separar de 10 a 15% do seu salário para esse fim;

Organize seus gastos.

Saber o valor exato da sua renda e das suas despesas é fundamental para entender o que pode ser cortado e o que pode ir para a reserva. Nessa etapa, organização é a palavra-chave. Uma planilha com todos os gastos e ganhos do mês ajuda (e muito) a termos uma noção do todo. Dessa forma, visualizamos com mais facilidade onde estamos gastando demais e onde podemos economizar;

Qual a sua estratégia para quitar dívidas?

Sejam fixas, sejam inesperadas, todos temos dívidas e o ideal é traçar uma estratégia para saber como e quando quitá-las. Assim, evitamos que elas saiam de controle. Se a situação não for muito favorável, pense em priorizar as dívidas com juros mais altos (faturas de cartão de crédito ou limite do cheque especial, por exemplo);

Já pensou em investir o valor acumulado?

Fale com o seu banco, busque especialistas ou aquele amigo que está sempre por dentro das últimas novidades do mercado financeiro. Aqui, vale a ideia de tornar o seu dinheiro rentável com segurança. Por isso, investir em aplicações de baixo risco e com liquidez - ou seja, que podem ser resgatadas com facilidade em casos de emergência - é um bom ponto de partida;

Pense no curto, no médio e também a longo prazo!

Uma boa maneira de lidar com surpresas é traçar objetivos de curto, médio e longo prazo. Por exemplo: se a sua meta é pegar parte das suas economias para financiar a compra de uma casa ou conseguir fazer aquela viagem de intercâmbio, o acúmulo de dinheiro é a regra principal.

Vale lembrar: contar com ferramentas e tecnologias que nos ajudam a organizar nossas finanças e que são transparentes fazem toda a diferença! Com a InfinitePay, por exemplo, não  há asteriscos na cobrança de taxas e você recebe o lucro das suas vendas já no dia útil seguinte. :)


A InfinitePay nasceu para oferecer a melhor, mais tecnológica e mais justa solução de pagamentos ao empreendedor. Conta com a gente!

fique ligado

Assine nossa newsletter com conteúdo exclusivo

infinitebank
coleção

Todos os posts