4 passos para montar uma reserva de emergência para o seu negócio

4 passos para montar uma reserva de emergência para o seu negócio

23/05/2022

5

ionicons-v5-e
Copiar link
Copiado!ㅤ

Você sabe o que é a reserva de emergência? É aquele valor que você mantém separado para quando passar por algum aperto. Ela vale para as suas finanças pessoais e também para a sua empresa. Bora descobrir como montar a poupança ideal para os momentos de incerteza? Vem com a gente!

1. Monitore o seu fluxo de caixa

Para montar essa reserva de emergência, o primeiro passo é ter a certeza de que você está monitorando bem o seu fluxo de caixa — ou seja, as entradas e as saídas de dinheiro do seu negócio. Assim, você vai ter uma ideia de quanto dinheiro está circulando na sua empresa, ajudando a definir um valor pra poupar todo mês. Já falamos sobre fluxo de caixa antes, mas a principal dica aqui é adotar uma ferramenta de gestão financeira, para facilitar a visualização dos gastos fixos e variáveis do seu negócio.

2. Tenha uma meta de redução de gastos

Se você quer montar uma reserva de emergência para a sua empresa, a chance é grande de que você precise reduzir alguns gastos. Afinal de contas, a maioria das pequenas e micro empresas não têm um lucro que permita separar um dinheiro todo mês sem trazer algum aperto, né? Assim, defina uma meta de redução de gastos: esses cortes podem ser pequenos ou grandes, mas eles vão ser fundamentais para a sua reserva. Analise bem os seus processos e as suas operações e tente identificar onde estão os desperdícios.

3. Defina o quanto você vai poupar

Você já está monitorando o seu fluxo de caixa e identificou onde estão os “buracos” da sua empresa: agora é hora de definir o quanto você vai separar de dinheiro todo mês pra sua reserva de emergência. Para fazer isso, o mais indicado é pensar em um percentual do lucro a ser poupado. Assim, você garante que o valor a ser guardado será proporcional aos resultados da sua empresa. Antes disso, tenha em mente que a quantia poupada será em cima do lucro, ou seja, a diferença entre sua receita e suas despesas, custos e impostos.

4. Pesquise como investir esse dinheiro

Agora chegou a hora decisiva para a sua reserva de emergência: como investir esse dinheiro poupado? Existem várias opções no mercado para fazer o seu dinheiro render, mas um fator fundamental para a sua reserva é a liquidez, ou seja, a facilidade de sacar algum valor caso você precise, ou então de transferir essa quantia para um outro investimento caso a aplicação original não esteja rendendo tão bem assim. Nessa hora, o mais importante é conversar com o gerente do seu banco e conferir as melhores alternativas!

5. Uma dica extra 👀

Se ainda assim a situação ficar apertada, temos uma solução. O Empréstimo Inteligente InfinitePay! Já ouviu falar dele?

Você recebe o dinheiro em segundos e tem até 3 meses pra quitar sua dívida do jeito que preferir. Você pode, por exemplo, escolher descontar uma porcentagem das suas vendas ou então adiantar o pagamento usando o Pix, com redução dos juros. Com poucos toques no nosso app você já sabe mais sobre a sua análise de crédito, valor disponível e pode solicitar o valor. É você no controle! Clica aqui pra dar uma olhada!


Agora que você já pegou a manha, ninguém segura! Bora lucrar 🚀

fique ligado

Assine nossa newsletter com conteúdo exclusivo.