O guia completo para lojistas na Black Friday

O guia completo para lojistas na Black Friday

Publicado em
18/10/2021
Tempo leitura

minutos

ionicons-v5-e
Copiar link
Copiado!ㅤ

Vender na Black Friday é o que todo lojista deseja. Afinal de contas, essa é a segunda data de varejo mais importante no Brasil, ficando atrás apenas do Natal. No entanto, conseguir bons resultados exige bastante planejamento e estratégia, tanto para as lojas online quanto para as lojas físicas.

Neste artigo, vamos conferir alguns números e dados sobre esse evento tão esperado e dar dicas fundamentais para você montar seus preparativos para a Black Friday.

A história da Black Friday

A Black Friday tem origem nos Estados Unidos, sendo a sexta-feira após o Dia de Ação de Graças, o feriado mais importante do país. Desde os anos 1960, os comerciantes usam esse dia para fazer grandes promoções e oferecer descontos imperdíveis.

No Brasil, a Black Friday chegou em 2010, mas precisou de algum tempo para crescer e se consolidar como uma das grandes datas de varejo do país. Em 2014, para se ter uma ideia, menos de 30% dos consumidores brasileiros sabiam o que era Black Friday. A realidade hoje é bem diferente, com marcas, comerciantes e compradores planejando suas compras de Black Friday com antecedência, aproveitando ao máximo os melhores descontos.

Em 2020, por exemplo, os dois dias da Black Friday (26 e 27 de novembro) registraram vendas totais de R$ 4,02 bilhões no comércio eletrônico, um crescimento de mais de 25% na comparação com o ano anterior. Já em 2021, embora os dados da economia do Brasil estejam longe do ideal, o consumidor parece disposto a seguir aproveitando a Black Friday. Uma pesquisa recente mostra que, apesar da crise econômica e da pandemia de COVID, 67% dos respondentes pretendem comprar na Black Friday 2021. Além disso, entre os entrevistados que dizem ter comprado em 2020, a intenção de adquirir novos itens este ano sobe para 89%.

Dicas práticas para vender na Black Friday

Esses números mostram que a Black Friday certamente vai apresentar oportunidades preciosas ao comércio este ano. Vamos conferir agora algumas dicas sobre como se preparar bem para essa data tão importante.

1. Aprenda com o passado

Como foram as suas Black Fridays anteriores? Suas ações funcionaram como planejado? Suas vendas ficaram dentro do previsto, ou superaram as previsões? Para começar a planejar a Black Friday 2021, faça uma retrospectiva dos anos anteriores, levante os dados daquilo que deu certo e errado e coloque no papel tudo que você deseja para este ano. Se, além disso, você acompanhar o comportamento específico dos compradores este ano, o terreno estará preparado para criar promoções vencedoras para a Black Friday.

2. Explore as oportunidades online e offline

O peso das vendas digitais é enorme na Black Friday. Ainda assim, muitas pessoas preferem fazer as compras em lojas físicas, ou então retiram na loja os itens que comprou online. Por isso, é muito importante você trabalhar na integração entre online e offline na Black Friday, garantindo a melhor experiência possível ao consumidor.

Um exemplo: se você tiver um ecommerce, tenha certeza de que ele está carregando com uma velocidade ideal, sem causar lentidão para os usuários. Outra dica é se certificar que a versão para celular do seu site está funcionando perfeitamente. Afinal de contas, cada vez mais os consumidores usam a experiência mobile para realizar suas compras.

3. Exponha sua marca com antecedência

Na Black Friday, muitos consumidores planejam suas compras com bastante antecedência, fazendo pesquisas antecipadas sobre produtos e serviços. Assim, quando chega a sexta-feira, eles já sabem o que comprar. Por isso, é importante você se antecipar e estar presente para essas pessoas bem antes da data.

Se você tem algum plano de marketing digital, como anúncios em redes sociais e plataformas de busca, coloque sua marca em destaque pelo menos um mês antes da Black Friday. Dessa maneira, você tem mais chance de ser lembrado pelos compradores na hora em que eles decidirem que produto ou serviço comprar na data certa.

4. Fique de olho em novos clientes

Pesquisas mostram que boa parte das pessoas chega na Black Friday disposta a experimentar marcas que elas jamais consumiram antes. Por isso, você deve ver a Black Friday como uma oportunidade de ouro para conquistar novos clientes. Além disso, ao construir uma boa imagem para o seu negócio durante a Black Friday, você tem a possibilidade de aumentar sua base de contatos e construir relações duradouras que, no fim das contas, podem fidelizar seus novos consumidores.

5. Capriche na conversa com fornecedores

A sua margem de lucro com as promoções da Black Friday vai depender de diversos fatores, e um dos mais importantes é o quanto você vai pagar aos seus fornecedores. Não tenha receio de negociar preços: afinal de contas, a Black Friday é um momento em que toda a cadeia vai estar de olho em bons resultados, e o volume de vendas também será um atrativo para os fornecedores. Assim, capriche na conversa e garanta um bom negócio, mas sem deixar para a última hora! Lembre-se que os seus fornecedores atendem muitos clientes, e você é apenas um deles.

6. Planeje-se além da sexta-feira

A Black Friday marca o início de uma temporada de compras que inclui a Cyber Monday, o recebimento do 13º salário, o Natal, o Ano-novo e até os saldões após o Réveillon. Durante todo esse período, as pessoas ficam atentas a promoções que possam atender às suas necessidades e desejos. Por isso, pense em oferecer bons descontos e conquistar clientes antes e depois da sexta-feira. Além disso, um dado interessante é que quase 40% das vendas da Black Friday ocorrem em outros dias que não a sexta-feira. Isso é um sinal para você ficar atento àquilo que o seu cliente procura durante todo esse período de compras.

7. Garanta uma estrutura sem falhas

Na hora de planejar a sua Black Friday, pense naquilo que pode dar errado. Problemas como um ecommerce fora do ar, falta de produtos em estoque, lentidão para gerar notas fiscais e poucos vendedores para o volume de clientes podem acabar com a imagem do seu negócio. Desde o sistema de pedidos até a entrega do produto, planeje muito bem toda a sua estrutura para atender à alta da demanda. Com a certeza de que a loja online, a operação e a logística estão indo bem, você tem meio caminho andado para o sucesso.

8. Transforme o visual da sua loja

Se você tiver na loja física o seu ponto de contato mais importante, planeje uma repaginada geral para a Black Friday. Assim como o Natal, a Páscoa e o Dia dos Namorados, um visual que tenha tudo a ver com a data aumenta muito as chances de os clientes se sentirem atraídos pelo que você tem a oferecer. Além de uma decoração que tenha a ver com a Black Friday, você deve dar bastante destaque aos descontos, para que a pessoa não tenha dúvida de que ela está conseguindo ótimos descontos entrando na sua loja.

O que achou das nossas dicas? Esperamos que elas ajudem você a vender mais na Black Friday. Lembre-se que outro fator fundamental para entregar uma boa experiência aos seus clientes é uma máquina de cartão e um sistema de pagamentos de última geração, e que ainda garante a você as melhores taxas do mercado. Estamos falando da InfinitePay, claro! Acesse o link e veja as condições imbatíveis que ela oferece ao seu negócio.

fique ligado

Assine nossa newsletter com conteúdo exclusivo

infinitebank
coleção

Todos os posts