5 ciladas financeiras que todo empreendedor deve evitar

5 ciladas financeiras que todo empreendedor deve evitar

Confira como escapar das armadilhas mais comuns que tiram o sono dos empreendedores de primeira viagem

07/04/2022

6

ionicons-v5-e
Copiar link
Copiado!ㅤ

Pra quem tá começando a empreender, algumas ciladas são fáceis de cair na hora de fazer a gestão financeira do seu negócio! Vem com a gente pra conhecer as 5 ciladas comuns na jornada do empreendedor, e descobrir como escapar delas.

1. Misturar contas pessoais e da empresa

Em várias empresas menores, os empreendedores misturam as contas pessoais com a do negócio, usando a conta empresarial para pagar despesas pessoais, ou tirando dinheiro do bolso para tapar furos no caixa. Esse hábito pode levar ao descontrole nas suas finanças, complicando a definição da margem de lucro e dificultando o gerenciamento do negócio.

O fim dessa história já dá pra imaginar: dificuldades financeiras, dívidas e até uma possível falência. No entanto, algumas medidas podem ser tomadas para impedir que isso se torne um problema. Aqui, você encontra as principais dicas pra separar bem os dois setores da sua vida.

2. Esquecer do capital de giro

Antes de mais nada, você sabe o que é capital de giro? Ele é o montante de dinheiro que o seu negócio deve ter à disposição imediata na conta para cumprir com as obrigações de curto prazo, como luz, aluguel, impostos etc. É esse dinheiro que vai manter a sua empresa funcionando até que a quantia recebida pelas novas vendas cheguem ao seu caixa.

O capital de giro é fundamental para qualquer negócio! Sem ele, você opera com menos eficiência, tem menos estabilidade financeira, compromete a segurança do negócio e, no pior dos casos, pode levar a empresa à insolvência. Entre as maneiras de garantir um bom capital de giro, a disciplina e o controle dos gastos são as mais simples de colocar em prática.

3. Ignorar as ferramentas financeiras

Por falar em controle de gastos, você já deve saber que usar ferramentas financeiras é um dos melhores caminhos para manter a disciplina nas contas do seu negócio. Acontece que, especialmente entre os empreendedores mais novatos, é uma prática comum deixar para fazer as contas na ponta do lápis, ou pior ainda, confiar as contas da empresa ao acaso.

Então, esse é um alerta vermelho dos grandes! Hoje em dia, existem tantas opções de ferramentas financeiras que você não tem desculpa para não usar uma. Você pode confiar em uma planilha eletrônica gratuita, como o Google Planilhas, ou pagar um pouquinho por mês para ter apps que funcionam no PC e no celular. Com poucos cliques você encontra tutoriais pra plataforma que escolher, e vai aprender rapidinho a dominar as ferramentas!

4. Gerenciar mal os estoques

Se você trabalha com vendas, gerenciar o estoque deve ser sua prioridade nº1. Isso parece óbvio, mas para quem está começando a empreender, ter pouca experiência pode trazer surpresas desagradáveis. Imagine que você faz bolos de aniversário e alguém encomenda duas tortas grandes de brigadeiro. No entanto, na hora de preparar, você está sem leite condensado, o chocolate é insuficiente e só sobraram embalagens pequenas. Não dá pra oferecer o melhor serviço assim, né?!

Então, para evitar de correr para comprar seus insumos (pagando mais caro por eles), aumentar o prazo de entrega (frustrando o cliente) ou cancelar a encomenda (prejudicando seu faturamento e correndo o risco de perder o cliente), a solução é: controle. Dar atenção ao estoque é o caminho para garantir suas vendas e seu faturamento sem dor de cabeça!

5. Informalidade só dá dor de cabeça

Para muitos pequenos empreendedores, é normal pagar um “por fora” para alguns prestadores de serviço, ainda mais se eles fizerem algum trabalho pontual e de valor relativamente baixo. No entanto, essa informalidade pode virar um problemão caso você seja pego em alguma fiscalização da Receita. Esse é o típico caso do barato que sai caro.

Assim, seja qual for o regime fiscal da sua empresa, não deixe de receber da maneira mais regularizada possível. Tenha todos os registros guardados, e em caso de dúvida, não hesite em falar com o seu contador. Isso não só garante que a sua empresa está seguindo a lei, mas também torna a imagem do seu negócio bem mais profissional!
Pra maioria das ciladas que apresentamos neste artigo, escolher a melhor solução de pagamento é o segredo. Com a InfinitePay, por exemplo, você não só tem a máquina de cartão mais moderna, mas também o Link de pagamento que te permite vender à distância e um app super completo que te ajuda a calcular as taxas e fazer a gestão das suas vendas. Com poucos toques, já tá tudo encaminhado!

Vem com a gente nessa 🚀

fique ligado

Assine nossa newsletter com conteúdo exclusivo.