Com uma máquina de cartão da InfinitePay, você vende bicicletas e acessórios em até 12x

Com uma máquina de cartão da InfinitePay, você vende bicicletas e acessórios em até 12x

Para entender um pouco sobre o ramo das bikes, conversamos com Mauro Muzzi, que junto com a filha Marina administra a Bicicletas da Cidade - Macaé - RJ.

23/07/2020

9

Copiar link

O sucesso das bikes: histórias inspiradoras

As bicicletas, carinhosamente apelidadas e ‘’magrelas’’, são uma paixão do brasileiro. Seja como uma opção mais saudável e econômica de transporte para ir ao trabalho, passear no parque aos finais de semana ou ainda queimar uns quilinhos - principalmente os adquiridos durante a quarentena.

Com toda essa paixão, não é difícil imaginar que o ramo de vendas, reparos e acessórios de bikes seja um segmento bem lucrativo. Segundo uma pesquisa feita pelo (IPEA) em 2018, o Brasil tinha mais bicicletas do que carros. Eram 50 milhões de bikes contra 41 milhões de carros. Certamente esse número subiu ainda mais!

Com a alta demanda dos serviços de delivery, ter uma bike para fazer entregas se tornou uma opção de renda para muitos brasileiros, que durante a pandemia precisaram procurar uma outra alternativa de trabalho.

As ciclofaixas vem sendo liberadas trazendo mais lazer e mobilidade aos ciclistas. E essas bikes precisam de manutenção, equipamentos de segurança e reparos, né?

Para falar com mais propriedade sobre o assunto, conversamos com Mauro Muzzi, dono da loja Bicicletas da Cidade, que vende acessórios e bikes parceladas em até 12 vezes sem juros com uma máquina de cartão da InfinitePay.

Primeiro me conta um pouquinho da história da Bicicletas da Cidade, como começou e o que te levou a trabalhar nesse ramo?

Eu sempre usei a bicicleta como meio de transporte, mas teve um momento em 2014 que a minha filha Marina foi diagnosticada com Condromalácia Patelar nos dois joelhos o que a impedia de pedalar sem sentir dores.

Resolvi converter a bike dela em elétrica, o que resolveu o problema e ela pode voltar a pedalar sem sofrimento. Deu tão certo que resolvi fazer disso um negócio e passei a converter bicicletas em elétricas numa oficina em casa mesmo, como MEI. Depois passamos a alugar bicicletas a pedal, elétricas e triciclos para passeios.

Em julho de 2019, resolvemos abrir uma loja especializada em bicicletas urbanas e elétricas e hoje oferecemos os serviços de manutenção de bicicletas, conversão de bicicletas em elétrica, locação, venda de bicicletas e acessórios, tudo com foco no ciclista urbano. Marina é formada em Gestão Ambiental pela UFRRJ e resolveu pedir demissão do emprego para se tornar minha sócia na empresa.

Ela também já era ligada ao mundo da bicicleta e da sustentabilidade, tanto que o seu TCC foi sobre Mobilidade Urbana por Bicicletas na nossa cidade. Este mês de julho completamos um ano de funcionamento da loja e estamos muito realizados. Em janeiro desse ano me aposentei e hoje me dedico 100% ao nosso negócio.

O que alguém que pensa em investir no segmento pode esperar? O que eu preciso saber antes de abrir uma loja de bicicletas?

A bicicleta está cada vez mais em foco no mundo todo como parte importante da solução de diversos problemas da atualidade, como mobilidade urbana, saúde pública, meio ambiente e econômico. Inclusive nessa pandemia tem sido uma forte aliada como meio de transporte que evita aglomerações nos transportes públicos. Na minha opinião, é preciso conhecer o mercado, o seu público-alvo, a sua cidade, ter bons profissionais para manutenção das bikes e, principalmente, acreditar na bicicleta como um meio de transporte viável e também como esporte e lazer.

Vocês sentiu o impacto do aumento do serviço de delivery? Houve um aumento nas vendas e na manutenção das bikes?

Sim, pois com essa situação da Pandemia estamos com a loja fechada já há 4 meses devido à quarentena em nossa cidade. A solução então foi investir nos serviços de Delivery para venda de bicicletas e acessórios e manutenção das bicicletas, onde pegamos a bike na casa do cliente e depois de consertada entregamos com todos os protocolos de segurança. As redes sociais que têm sido uma grande aliada neste momento, estamos assim conseguindo manter o negócio de vento em popa, pois houve um aumento considerável na busca por serviços de consertos de bicicletas e também nas vendas de bicicletas novas e acessórios.

Além de uma forma de lazer e trabalho, as bikes são forte aliadas para saúde, o bem-estar da pessoa. Fala um pouco de como é trabalhar com algo que faz tão bem para o cliente?

É muito satisfatório para nós trabalhar com o produto bicicleta, pois não só vendemos bicicletas, mas entregamos para os nossos clientes um conceito de mobilidade urbana sustentável, de saúde e de bem estar, que só trás benefícios para o meio ambiente. E a maior recompensa é que o cliente reconhece que trabalhamos com algo que acreditamos e que pode ser o futuro da mobilidade urbana no Brasil, como já é em vários países do mundo. Também promovemos um passeio de bike noturno semanal chamado Bike Night Mirante da Lagoa; incentivando a prática do ciclismo e também uma confraternização entre os nossos clientes e moradores do bairro onde estamos localizados e que está suspenso no momento devido à Pandemia mas que esperamos retornar quando tudo isso passar.

O Brasil tem uma das bicicleta mais cara do mundo, fala um pouco da importância de poder oferecer um parcelamento em até 12x com a InfinitePay:

A bicicleta é cara no Brasil devido à alta taxa de IPI sobre as bikes, que é maior ainda em cima da bicicleta elétrica. Felizmente, têm surgido movimentos de entidades ligadas a bicicleta que estão lutando para mudar esse cenário. Mesmo assim, a bicicleta é um veículo acessível à maioria da população, pois existem bicicletas de todas as faixas de preços.

A InfinitePay chegou num momento em que estávamos migrando de MEI para ME. É um momento difícil que estamos passando, onde ficávamos fazendo malabarismos com as taxas de três maquininhas para tentar oferecer as melhores condições de pagamento aos nossos clientes e o máximo que conseguimos era parcelar sem juros em até duas vezes.

Com a InfinitePay, podemos oferecer o parcelamento em até 12 vezes sem juros inclusive para serviços de conserto de bicicletas, o que trouxe um diferencial para a nossa loja e que vem surpreendendo os nossos clientes. Além disso, facilitou a nossa gestão contábil com a suas taxas únicas e a antecipação dos recebíveis em até um dia útil. Isso permite que possamos manter os pagamentos dos nossos fornecedores sempre em dia, pois não precisamos esperar 30 dias para receber e ainda com descontos de altas taxas. Por isso, hoje só trabalhamos com uma maquininha, a InfinitePay. E também o parcelamento sem juros permite que o cliente possa adquirir qualquer modelo de bicicleta que deseje sem pesar no seu orçamento.


A loja funciona em um container reutilizado, como uma forma de ser mais sustentável, incrível né? É um honra para InfinitePay trabalhar em parceria com a Bicicletas da Cidade.


A
InfinitePay nasceu para oferecer a melhor, mais tecnológica e mais justa solução de pagamentos ao empreendedor. Na Guerra das Maquininhas, nós decidimos ficar do seu lado e, por isso, criamos conteúdos como essa para facilitar o crescimento do seu negócio!

fique ligado

Assine nossa newsletter com conteúdo exclusivo.

Imagem de uma pessoa segurando um smartphone exibindo a tela de gestão de cobranças com gráficos de faturamento semanal.