Planejamento 2024 para pequenos empreendedores

Planejamento 2024 para pequenos empreendedores

Publicado em
08/12/2023
Tempo leitura

minutos

ionicons-v5-e
Copiar link
Copiado!ㅤ

Já começou a pensar no planejamento 2024? Essa não é apenas uma obrigação para as grandes corporações – é também uma necessidade vital para os pequenos empreendedores que buscam prosperar e se destacar. Para pequenos negócios, onde os recursos são frequentemente limitados e as margens de erro reduzidas, um planejamento bem elaborado pode ser a diferença entre o sucesso sustentável e os desafios inesperados.

Neste artigo, vamos desmistificar o planejamento estratégico e mostrar como pequenos empresários podem se preparar para definir metas claras e objetivos realistas para 2024, além de gerenciar de maneira inteligente seus recursos financeiros.

O que é um planejamento?

Planejamento é o processo de definição da visão de longo prazo de uma empresa e as melhores formas de alcançá-la. Para pequenos empreendedores, isso envolve identificar objetivos específicos e desenvolver um plano detalhado para atingi-los. Essa abordagem requer análise de forças, fraquezas, oportunidades e ameaças, além da criação de estratégias que aproveitem os recursos disponíveis da maneira mais eficaz.

Essencialmente, o planejamento é sobre preparação e previsão. Ele permite que os empresários antecipem mudanças no mercado e se adaptem rapidamente, garantindo que o negócio não apenas sobreviva, mas prospere em um ambiente em constante mudança como o nosso.

Leia mais: Planejamento operacional: o que é, importância e como fazer

Análise SWOT: uma ferramenta poderosa no planejamento estratégico

A análise SWOT, que significa Forças (Strengths), Fraquezas (Weaknesses), Oportunidades (Opportunities) e Ameaças (Threats), é uma ferramenta para o planejamento estratégico de qualquer empreendedor. Este método oferece uma visão clara dos fatores internos e externos que podem impactar o negócio, permitindo aos empresários desenvolverem estratégias mais eficazes e tomar decisões mais informadas.

Como fazer análise SWOT?

Para realizar uma análise SWOT eficaz, comece identificando os pontos fortes do seu negócio, que podem incluir recursos únicos, competências especializadas ou qualquer outra vantagem competitiva. Em seguida, reconheça as fraquezas, ou áreas onde seu negócio pode ser vulnerável.

As oportunidades são fatores externos que podem ser explorados para obter sucesso, como tendências de mercado ou mudanças nas necessidades dos consumidores. Por fim, considere as ameaças, que são desafios externos que podem representar riscos para o seu negócio, como novos concorrentes ou mudanças regulatórias.

Combinando esses quatro elementos, a análise SWOT cria um quadro que ajuda os empreendedores a alinhar seus recursos e estratégias com as realidades do mercado, maximizando assim as chances de sucesso e crescimento sustentável.

Exemplo prático de análise SWOT

A análise SWOT fica mais clara e aplicável quando ilustrada com exemplos concretos. Veja como os elementos de Forças, Fraquezas, Oportunidades e Ameaças podem ser identificados em um contexto prático de negócios, com o exemplo de uma padaria:

  • Forças

Uma padaria artesanal pode ter como ponto forte sua receita exclusiva e ingredientes orgânicos de alta qualidade. Isso a diferencia de padarias comerciais, atraindo clientes que buscam produtos únicos e saudáveis.

  • Fraquezas

A mesma padaria pode enfrentar fraquezas como capacidade limitada de produção e falta de presença online, o que restringe seu alcance de mercado e potencial de vendas.

  • Oportunidades

Uma oportunidade para esta padaria pode surgir com o crescente interesse dos consumidores em alimentos saudáveis e artesanais. Participar de feiras locais ou estabelecer parcerias com cafés e restaurantes são maneiras de explorar essa tendência.

  • Ameaças

As ameaças podem incluir a abertura de uma grande rede de padarias no mesmo bairro ou mudanças nas regulamentações de alimentos que afetam os custos operacionais. Estar ciente dessas ameaças ajuda a padaria a desenvolver estratégias proativas para mitigar seus impactos. 

O que fazer após a análise SWOT?

Após concluir a análise SWOT, o próximo passo é usar as informações coletadas para formular ou ajustar os próximos passos do seu negócio. Comece tirando o maior proveito das suas forças e buscando maneiras de minimizar ou eliminar as fraquezas.

Por exemplo, se uma das forças é a alta qualidade do produto, considere estratégias de marketing que realcem essa qualidade. Se uma fraqueza identificada é a falta de presença digital, desenvolva um plano para estabelecer uma forte presença online.

Além disso, explore as oportunidades identificadas, avaliando como elas podem ser alavancadas para expandir ou melhorar o negócio. Se houver uma tendência de mercado favorável, pense em como seu negócio pode se adaptar para aproveitar essa tendência.

Por fim, desenvolva planos para contornar as ameaças identificadas. Isso pode incluir estratégias para lidar com novos concorrentes ou mudanças no mercado. A análise SWOT deve ser um processo contínuo, revendo e ajustando regularmente as estratégias à medida que o negócio e o ambiente externo evoluem.

Definição de metas e objetivos para 2024

A definição de metas e objetivos para 2024 é um dos passos mais importantes no planejamento para pequenos empreendedores.

Estabelecer metas realistas e alcançáveis começa com uma análise cuidadosa do histórico da empresa. Olhe para trás e avalie o que foi bem-sucedido e o que não foi, usando essas informações para informar suas decisões futuras.

Compreenda as tendências de crescimento do seu negócio e considere fatores externos que possam influenciar seu desempenho no próximo ano. Se você tem uma loja de roupas e sua principal data de vendas foi o dia das mães, por exemplo, é importante que você se prepare com antecedência pra essa data.

Ao traçar objetivos, é importante que sejam específicos, mensuráveis, alcançáveis, relevantes e temporais (seguindo o método SMART  – uma sigla em inglês para Specific, Measurable, Achievable, Relevant, and Time-bound.).

Por exemplo, em vez de definir uma meta genérica como "aumentar as vendas", estabeleça um objetivo específico, como "aumentar as vendas do produto X em 15% até o final do segundo trimestre de 2024". Isso não apenas fornece uma direção clara, mas também um meio de mensurar o progresso. 

Além disso, ao planejar 2024, considere as mudanças necessárias para atingir seus objetivos. Isso pode envolver a adoção de novas tecnologias, a reformulação de estratégias de marketing, ou até mesmo a reestruturação de aspectos do seu modelo de negócio.

Por exemplo, se você quer aumentar suas vendas em datas comemorativas, considere contratar um profissional de marketing para te ajudar a criar campanhas específicas.

Leia mais: Como vender mais em datas comemorativas

Planejamento financeiro e gestão de recursos: como planejar o crescimento do seu negócio?

Um planejamento financeiro eficaz e uma gestão de recursos eficiente são essenciais para o sucesso de pequenos empreendedores não apenas para manter a saúde financeira do negócio, mas também para garantir seu crescimento sem prejudicar a margem de lucro.

A seguir, detalharemos o que você pode fazer para fortalecer as bases financeiras e promover um desenvolvimento consistente do seu negócio.

1. Planejamento de compras e gestão de estoque

Fazer o planejamento de compras e gerir o estoque de forma eficiente é crucial para se preparar para o ano que vai começar. Analisando o histórico de vendas, é possível prever as necessidades futuras e ajustar estoque para evitar excessos ou déficits de produtos. Isso otimiza os recursos, reduz custos e garante a disponibilidade de produtos para atender à demanda do mercado.

2. Análise e gestão do capital de giro

A gestão do capital de giro é vital para manter o negócio funcionando em harmonia. No planejamento 2024, avalie sua expectativa de crescimento e calcule o valor de capital de giro que você precisa ter à disposição para cumprir com todo o planejamento. Confira como calcular o capital de giro para o seu negócio.

3. Divisão de custos diretos e indiretos

É importante que os empreendedores planejem a verba para os diferentes tipos de custos: os fixos, que permanecem constantes ao longo do ano, e os variáveis, que podem flutuar.

Custos fixos, como aluguel, salários fixos e seguros, requerem um orçamento estável e previsível, enquanto custos variáveis, como matéria-prima, comissões de vendas e custos de utilidades, devem ser planejados com flexibilidade, considerando as variações sazonais e tendências de mercado.

Essa distinção ajuda na alocação eficaz de recursos e na manutenção do equilíbrio financeiro do negócio.

4. Considerando empréstimos para o fluxo de caixa

Em alguns casos, obter empréstimos pode ser benéfico para melhorar o fluxo de caixa e projetar a expansão do seu negócio. É fundamental analisar os termos do empréstimo e seu impacto no fluxo de caixa, assegurando que o endividamento seja sustentável e alinhado com os objetivos de crescimento.

Por exemplo, um Microempreendedor Individual (MEI) pode buscar empréstimos específicos com taxas de juros mais baixas e prazos de pagamento flexíveis, oferecidos por programas de apoio a pequenos negócios. Tais empréstimos podem ser usados para a compra de equipamentos, reforma do espaço comercial ou para capital de giro, ajudando a impulsionar o crescimento da empresa.

O planejamento financeiro deve sempre visar o crescimento sustentável. Isso inclui alocar recursos de forma inteligente e revisar constantemente as estratégias financeiras à medida que o negócio evolui, garantindo um crescimento saudável e duradouro.

Veja como conseguir empréstimo para MEI

Ferramentas e sites fundamentais para empreendedores

Desde o planejamento financeiro até a gestão de mídias sociais, existe uma variedade de ferramentas que podem te ajudar a otimizar processos, aumentar a produtividade e impulsionar o crescimento do seu negócio. Conheça algumas delas:

Chat GPT

O Chat GPT é uma ferramenta de inteligência artificial que pode ajudar desde a geração de conteúdo até a automatização de respostas em serviços de atendimento ao cliente, proporcionando eficiência e inovação. 

Canva

O Canva permite a criação de imagens para redes sociais, cardápios, folhetos e demais materiais visuais em questão de minutos, mesmo que você não tenha nenhuma habilidade em design.

Trello

Indicado para a gestão de projetos, o Trello oferece uma plataforma visual e interativa para organizar tarefas, projetos e prazos, facilitando o acompanhamento do progresso e a colaboração em equipe.

Mobills

Com o Mobills, você consegue gerenciar seus gastos e fazer planejamentos financeiros de forma simples e intuitiva, ajudando na gestão do seu fluxo de caixa.

Essas são apenas algumas das ferramentas que podem te ajudar a gerir melhor seu negócio, economizando tempo e recurso enquanto aumentam sua eficiência e a produtividade.

Revisite seu planejamento ao longo do ano

A revisão constante do planejamento é essencial para a resiliência e sucesso de um negócio. Pequenos empreendedores devem estar prontos para adaptar suas estratégias em resposta a mudanças no mercado, novas tendências ou desafios inesperados.

Essa flexibilidade permite não apenas reagir a situações adversas, mas também aproveitar oportunidades emergentes, mantendo o negócio dinâmico e competitivo.

Ser resiliente também significa estar aberto a ajustes e melhorias contínuas. Isso inclui a reavaliação de metas, a readequação de recursos financeiros e a modificação de táticas de acordo com o desempenho do negócio e as condições de mercado.

Como aumentar seu lucro com um ecossistema de pagamentos?

Por fim, outro passo importante para o planejamento 2024 de qualquer negócio é escolher, com cautela, qual será a plataforma de gestão financeira que será usada para movimentar todo o dinheiro que entra e sai – e a nossa sugestão é a InfinitePay.

A  InfinitePay é uma solução financeira completa onde você consegue centralizar toda a gestão financeira do seu negócio em um único lugar.

Com a InfinitePay, você aceita pagamentos por cartão com as melhores taxas do Brasil e recebe o dinheiro das vendas na hora ou em até 1 dia útil. Para processar os pagamentos, você pode usar a maquininha ou o InfiniteTap – a tecnologia que transforma seu celular em maquininha gratuitamente. Você também pode vender à distância usando o link de pagamento da InfinitePay.

As taxas da maquininha, do InfiniteTap e do link de pagamento são fixas, ou seja, não têm volume mínimo de faturamento (como acontece com grande parte dos nossos concorrentes). Não importa se você vende R$ 200, R$ 2.000 ou R$ 20.000 – as taxas sempre serão as mesmas. 

Por isso, se você quer aumentar a margem de lucro da sua empresa, considere usar a InfinitePay como sua plataforma principal de gestão financeira.

Você vende com taxas baixas e faz a gestão de todo o seu dinheiro em um único lugar. É organização, simplicidade e agilidade na palma da sua mão.

CONTA INTELIGENTE

A conta que te ajuda a vender

Resolva as finanças do seu negócio: receba seu dinheiro rápido, pague contas, gerencie cobranças e ganhe cashback

fique ligado

Assine nossa newsletter com conteúdo exclusivo

infinitebank

A conta que te ajuda a vender

Resolva as finanças do seu negócio: receba seu dinheiro rápido, pague contas, gerencie cobranças e ganhe cashback

coleção

Todos os posts